Registre-se agora no Jornal do Município!    Login  
15 visitantes online (14 na seção: )

Usuários: 0
Visitantes: 15

mais...


 : 
em 08/09/2008 17:38:36 (391 leituras)

Pergunta da Comissão: Caso o Senhor seja eleito, qual será o relacionamento entre a Prefeitura Municipal de Ferraz de Vasconcelos, os organismos de classe e as entidades representativas do município?
Open in new window
Acir Filló: Eu tenho um relacionamento pessoal muito bom com a OAB Ferraz, ACIFV e o Rotary e com certeza teremos um relacionamento muito sadio. A grande maioria são entidades sérias e serão parceiras. As portas da prefeitura estarão abertas, porque não podemos agir sozinhos, vamos regularizar as dividas da Administração com as Ongs, para termos um relacionamento frutífero.

O candidato Acir Filló (PDT) fechou ontem 5, o ciclo de sabatinas promovido pela Associação Comercial e Industrial de Ferraz de Vasconcelos (ACIFV) com a OAB Ferraz em conjunto com a mídia local. Na ocasião o candidato economizou nas propostas e se ateu em atacar a atual Administração.

Depois de 40 minutos de atraso, o 1° bloco do evento começou “pegando fogo”, Filló atacou fortemente o Dr.Jorge, a ponto do mediador da sabatina ter que intervir e chamar a atenção do candidato para não citar pessoas que não estavam no local porque não tinham como se defenderem. Foram três minutos de interrupção, porém, nos blocos seguintes o postulante voltou a atacar. “Defino esta Administração como mentirosa e que promove estelionato eleitoral”, afirma.

Em meio a um turbilhão de criticas, assim prosseguiu toda a sabatina onde Filló disse que se sente no dever de mudar a história de Ferraz. “Sou candidato porque não posso permitir que a minha cidade seja destruída”, desabafa.

O candidato não apresentou seu plano de governo e não detalhou as suas propostas, entre elas, destacam-se: a interrupção da municipalização do ensino em Ferraz; implantação de novos métodos pedagógicos; construção de uma via de acesso para ligar Ferraz a Radial Leste; impedir a demolição do complexo poli-esportivo; conter as ocupações irregulares na região do Cambiri; instalação do Programa “Leve Leite”; aumentar o pró-labore da Policia Militar; implantar o bilhete único municipal; qualificar a mão-de-obra; aparelhar os postos de saúde e a construção de um Centro de Tradições Nordestina.

Outros pontos importantes que serão implantados, caso eleito, será a extinção dos radares, aumentar o Orçamento da educação para 30%, desburocratizar e reformar a Administração dando autonômia para os secretários, informatizar as escolas, criar de cooperativas de transporte escolar, implantar o Brasil Sorridente, aparelhar a Guarda Civil Municipal e fazer que ela faça a ronda escolar, buscar parceria junto ao Governo do Estado para instalar uma delegacia na Vila Margarida e também a 2° Companhia da Policia Militar, fazer no Cambiri um centro de Ecoturismo, criar Orçamento Participativo e diminuir a verba de remanejamento de 50 para 30% e dar continuidade aos programas já existentes no município, como as obras que estão em andamento.

De acordo com o candidato, o seu plano de governo que ainda está sendo confeccionado e será entregue em todas as residências da cidade para que a população tome ciência de todas as suas propostas. Ele também fez questão de enfatizar que foi o vereador mais votado da história de Ferraz e diferentemente do que muitas pessoas pensam ele tem experiência suficiente para governar a cidade. “Idealizei, trabalhei como secretário e tesoureiro em duas gestões da Associação de Municípios do Alto Tietê (AMAT) e convivi diariamente com os prefeitos da região, onde ganhei muita experiência”, afirma.

No final o postulante de forma agressiva adiantou a denuncia. “O prefeito vai soltar jornais sujos nos próximos dias para denegrir a minha imagem, a Prefeitura é uma vergonha, o prefeito só mente, vou procurar a policia porque eles não podem mexer com a minha família”, declara.




 

Copyright © 1994-2011  |  Empresa Jornalística do Município-SP Ltda-ME |  Hospedado na PAGEZINE ®